• SolucioneRH Recrutamento Humanizado

O poder do pertencimento nas empresas

Atualizado: Out 22

Do significado de pertencer a um meio, se sentir parte de um sistema, perceber-se integrado ao grupo ou coletivo em que está inserido. A palavra: Pertencimento, possui uma essência nobre, causa forte impacto onde estiver presente e gera resultados altamente positivos.


Sentir-se aceito, útil, valoroso em todo e qualquer contexto são necessidades básicas inerentes do ser humano. Justifica portanto, o motivo de formarmos família, amigos, participarmos de diversos tipos de grupos sociais, etc.


É comum por exemplo, as pessoas se sentirem mais sensíveis, vulneráveis ou mesmo tristes quando estão distante de seus amigos e familiares, ao morar fora de seu país de origem, por exemplo, levando em consideração que estão em um local totalmente novo e não possuem relações profundas e significativas para suprir essa necessidade intrínseca.


A partir desse breve contexto que fiz até aqui, conseguimos perceber um pouco do quanto é importante para todo e qualquer tipo de ser humano sentir-se pertencente a um grupo, para que assim tenha uma vida com mais plenitude e realização.

No campo corporativo este tema ainda é pouco explorado, talvez pelo fato de que ainda há um desconhecimento de sua influência sobre a cultura organizacional e sua relação com o crescimento dos resultados.


Praticamos o senso de pertencimento em todas as áreas de nossa vida, inclusive na empresa, onde passamos maior parte de nosso dia. Trata-se de uma relação de comprometimento com a organização da qual fazemos parte, um envolvimento emocional, inconsciente e subjetivo, que gera Resultados Extraordinários a curto, médio e longo prazo.



De fato, não existem regras ou receitas que ofereçam garantia de sucesso a um empreendimento, mas com certeza encontrar mecanismos que contribuam para que o profissional sinta-se plenamente pertencente, não só ao ambiente, mas aos negócios de uma forma geral, pode ser um dos maiores ativos para mantê-lo sustentável e lucrativo.

Neste sentido, entende-se que é também papel das empresas ajudar seus colaboradores a sentirem-se pertencentes ao todo, uma vez que este sentimento tem se tornado cada vez mais esporádico, considerando que as estatísticas de turnover têm aumentado em alta velocidade no mercado atual.


Seria mesmo este o perfil da nova geração, composta por profissionais jovens, desapegados, que mudam de uma empresa para outra sem o menor receio? Ou talvez, sua conexão com a instituição não tem sido significativa o suficiente para retê-la e motivá-la a “vestir a camisa”? Este é um excelente cenário para ser refletido!

Agregue valor ao seu negócio, pois o sucesso dele é diretamente dependente do nível de satisfação dos funcionários. Analise:


Sua empresa tem demonstrado na prática parceria mútua com os colaboradores? Tem dado oportunidade para que os profissionais contribuam com suas diferentes percepções e conhecimentos adquiridos ao longo de suas diversas trajetórias? Tem incentivado a participação dos mesmos nos projetos em andamento, ou mesmo sugerido que eles inovem e proponham novas possibilidades? Tem estimulado o comportamento participativo?


O senso de pertencimento nada mais é que valorizar o ser humano, na sua essência e alma. Trata-se de gerir uma organização pautando-se no crescimento sustentável, através de processos humanizados.


Desta forma se torna possível atingir resultados muito além da média, de maneira favorável a todos os envolvidos. E mais do que isso, consolidar “fiéis escudeiros” para tocar o seu negócio a todo vapor.


Por José Roberto Marques.

IBC - Insituto Brasileiro de Coaching

4 visualizações